Na foz do rio Doce, cercada pela Serra do Mar, em Linhares, no Espírito Santo, está a fazenda Tupã, onde é destilada a Princesa Isabel. Os cachaceiros, Adão Cellia e Maria Isabel de Moraes, são os responsáveis pela produção de 20 mil litros por safra dessa cachaça capixaba.

A colheita manual é feita como mandam os melhores guias de produção: sem queima e com a extração do caldo em no máximo doze horas. Na fermentação utilizam leveduras comerciais selecionadas. Após a destilação, a cachaça passa por dornas de jaqueira.

A prática de reaproveitamento gerou a Princesa Isabel Jaqueira, uma jaqueira caiu com uma enchente e foi transformada em dorna de envelhecer cachaça. Esse respeito com a natureza também é refletido na identidade visual da Princesa Isabel, a maior parte dos rótulos traz em arte aquarela a figura de algum pássaro que está no habitat da fazenda.

Não só Adão e Isabel, mas também os três filhos se dedicam a Princesa Isabel, Maria Clara e Gabriela se dividem entre os estudos, a execução da carreira e também ajudam nos afazeres do alambique. Gabriela, é uma das responsáveis pelo marketing e comunicação visual da marca, Pedro também ajuda na curadoria das cachaças, viaja para estudar sobre outros destilados e faz a ponte entre a Princesa Isabel e novos consumidores.

O nome da marca, inclusive, é uma homenagem à dona Isabel, matriarca da família

O lema da Cachaça Princesa Isabel é: Paixão não tem muita explicação vem de dentro vem do peito.

Cachaça Princesa Isabel Jaqueira 500ml

R$109,00
Atenção, última unidade!
Cachaça Princesa Isabel Jaqueira 500ml R$109,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • Cachaçaria SP | Edifício Copan Av. Ipiranga, 200, Loja 15, República, São Paulo/SP Atendimento de Segunda à Sexta das 11H às 19H e aos Sábados das 12H as 17H Liberação imediata!

    Grátis

Na foz do rio Doce, cercada pela Serra do Mar, em Linhares, no Espírito Santo, está a fazenda Tupã, onde é destilada a Princesa Isabel. Os cachaceiros, Adão Cellia e Maria Isabel de Moraes, são os responsáveis pela produção de 20 mil litros por safra dessa cachaça capixaba.

A colheita manual é feita como mandam os melhores guias de produção: sem queima e com a extração do caldo em no máximo doze horas. Na fermentação utilizam leveduras comerciais selecionadas. Após a destilação, a cachaça passa por dornas de jaqueira.

A prática de reaproveitamento gerou a Princesa Isabel Jaqueira, uma jaqueira caiu com uma enchente e foi transformada em dorna de envelhecer cachaça. Esse respeito com a natureza também é refletido na identidade visual da Princesa Isabel, a maior parte dos rótulos traz em arte aquarela a figura de algum pássaro que está no habitat da fazenda.

Não só Adão e Isabel, mas também os três filhos se dedicam a Princesa Isabel, Maria Clara e Gabriela se dividem entre os estudos, a execução da carreira e também ajudam nos afazeres do alambique. Gabriela, é uma das responsáveis pelo marketing e comunicação visual da marca, Pedro também ajuda na curadoria das cachaças, viaja para estudar sobre outros destilados e faz a ponte entre a Princesa Isabel e novos consumidores.

O nome da marca, inclusive, é uma homenagem à dona Isabel, matriarca da família

O lema da Cachaça Princesa Isabel é: Paixão não tem muita explicação vem de dentro vem do peito.